Também chamados de gorduras, os lipídios são formados da união de ácidos graxos e glicerol. Como os polissacarídeos e os dissacarídeos, são macromoléculas e não passam pela membrana do intestino.

Abaixo, você pode ver como se forma um triglicerídio, um tipo de lipídio, observe que para que aconteça a formação do triglicerídio ocorre a saída de 3 moléculas de água (H2O):

Os lipídios são mais que duas vezes mais energéticos que os carboidratos, já que cada grama de lipídios equivale a 9 kcal de energia! Nosso corpo, porém, usa primeiro os carboidratos, já são de mais fácil digestão, depois ele recorre aos lipídios...

Lipídios podem ser obtidos de fontes boas e ruins. Entre as boas estão o óleo vegetal, a manteiga, sementes, ovos, abacate, castanhas, requeijão moreno, queijos de massa amarela e azeite (dentre outros). As fontes ruins são o bacon, a maionese, o toucinho, a carne gorda e frituras (dentre outros).

As principais funções dos lipídios são, como já disse, excelente fonte de energia, auxílio no transporte e absorção de vitaminas lipossolúveis (A, D, E e K), principal armazem de energia no organismo, função estrutural (formação da membrana lipoprotéica e proteção de diversos órgãos e até nervos), isolante térmico (manutenção da temperatura do corpo), etc.

Um excesso de lipídios pode gerar obesidade, colesterol elevado, complicações cartiovasculares, doenças degenerativas (como a esclerose múltipla), etc.

Já uma falta de lipídios pode ter como consequência dermatite (eczema), uma sensação de frio acentuada, a diminuição na produção de alguns hormônios, o comprometimento no revestimento da célula nervosa (bainhas de mielina) e a diminuição na produção de vitaminas lipossolúveis.

O Corpo Humano .com.br - Manuel S. - Melhor visualizado em resolução 800x600